Pinturas

Descrição dos primeiros passos de Vincent Van Gogh

Descrição dos primeiros passos de Vincent Van Gogh



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Van Gogh evitou a arte tradicional e usou traços largos e tintas para expressar emoções puras. Essa maneira do mestre distingue seus trabalhos de outros pós-impressionistas. Ele estava interessado nas pessoas, na essência delas, nos sentimentos humanos. Ele usou cores puras gratuitas para expressar o tema.

Quando Van Gogh decidiu se tornar um artista, ele percebeu que tinha que aprender muito. Ele começou a estudar livros didáticos sobre anatomia e perspectiva, e também copiou os trabalhos de Mullet, um artista francês e fundador da escola Barbizon. O artista iniciante ficou impressionado com as tramas da vida rural, a simplicidade monumental das figuras, com posturas e gestos reconhecíveis.

Primeiros Passos é um daqueles enredos que Van Gogh interpretou. Aqui, reconhecemos não apenas uma pessoa como tal, com seus infortúnios, esperanças, decepções, mas também uma relação verdadeiramente profunda com a arte e a essência do homem. Não há julgamentos superficiais na imagem das pessoas.

Diante de nós é uma pessoa inteligente, espiritual e honesta. No século XIX, nasceu uma teoria especial da cor - a pontuação da cor - pontilhismo, consistindo na negação de um tom sólido e na divisão da superfície em componentes.

A coloração e a pintura foram libertadas das técnicas do passado, e a impressão e a imagem dos objetos foram substituídas pelo uso de cores, contrastes e partes pitorescas inteiras. Graças à nova teoria das cores, como se redescobrisse suas propriedades e aplicações.

Aqui a cor fala por si, o olho, olhando para a foto, mistura as cores aplicadas à tela. A cor ocupava mais Van Gogh. Ele ganha peso considerável, com a ajuda da qual o artista transmite seus sentimentos e reações.

Vincent Van Gogh tinha sua própria filosofia de pintura, que ele comparava à música. Suas pinturas são densas e saturadas, mas ao mesmo tempo se harmonizam na tela. A base da imagem não é um desenho ou imagem de pessoas, mas o relacionamento pessoal e o simbolismo do artista.





Auguste Renoir Retrato da atriz Jeanne Samari


Assista o vídeo: Van Gogh en la puerta de la eternidad Película completa idioma español (Agosto 2022).